Ah! Os amigos de Lula

FOTO OFICIAL  PRES LULA

FOTO OFICIAL PRESIDENTE LULA

Nas últimas semanas, a frase que mais ouvimos e lemos foi “o amigo de Lula”. Basta uma olhada na TV, ligarmos o rádio, uma passada de olhos nas capas dos jornais e das revistas, nas páginas da internet, e lá está, geralmente em manchetes, o nome de alguém sendo investigado, apontado como “o amigo de Lula”. Como se o fato de Lula ser amigo de alguém fosse condição para um crime ser praticado, ou como se a infração praticada por pessoas próximas o tornasse cúmplice dos atos ilícitos.

Imagine descobrir, depois de anos de convivência, ou anos de parceria profissional, que uma pessoa muito próxima pratica delitos. É justo, a partir daí, que a pessoa deixe de ter identidade própria para ter seu nome e seus crimes ligados a você tão somente pelo laço sanguíneo, afetivo ou profissional?

“Amigo de Lula” é praticamente um novo adjetivo criado pela imprensa para designar um ato criminoso cometido por alguém que tenha qualquer ligação com o ex-presidente. Quando alguém é investigado, ou pego cometendo algum delito, “amigo de Lula” passa a ser utilizado pela imprensa para tentar desmoralizar o ex-presidente. “Amigo de Lula” passou a ser um problema muito maior para ele do que para os que fazem parte de seu círculo pessoal ou profissional e que tropeçam nas próprias trapaças. O “amigo de Lula” é muito mais uma condenação ao ex-presidente do que ao acusado da infração.

A possibilidade de poder usufruir dos privilégios da amizade com Lula deveria deixar qualquer criminoso tranquilo. O problema é que basta você ser “amigo de Lula” para ser investigado, com grandes chances de ser condenado. Então, se você quer cometer crimes e ficar impune, é melhor que não seja “amigo de Lula”.

Da forma como as coisas são postas, não se sabe o que é pior, alguém ser amigo de Lula, ou Lula ser amigo de alguém. Do jeito que as coisas estão, Lula não poderá mais ter amigos nem estabelecer relações profissionais com quem quer que seja. Na verdade, o objetivo é ligar o nome de Lula a qualquer ato criminoso praticado por quem teve ou tenha algum vínculo com ele, mesmo que Lula seja inocente e não saiba de nada. Às vezes, basta um pequeno deslize para sentenciarem: “amigo de Lula”.

Vejam bem, não estou afirmando que Lula não soubesse de nada. Estou dizendo que para seus opositores, mesmo que ele não soubesse de nada, o vínculo, qualquer que seja, passa a ser motivo para uma condenação antecipada. No mínimo para uma exposição difamatória com posterior pedido de desculpas ou direito de resposta em espaço desproporcional ao utilizado para a publicação das ofensas. O fato é que até o momento, com todas as especulações e acusações, nada foi provado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s