A morte de Lois e a hipocrisia dos justiceiros

Daniel Silveira, 45 anos, vivia com sua companheira, a dócil cachorra Lois Laine, na Praça Brigadeiro Sampaio, no centro de Porto Alegre. Mas Lois não era a mascote só de Daniel. Assim como o dono, Lois recebia ajuda e carinho de grande parte dos frequentadores da praça. Quando preciso, Daniel também era repreendido por aqueles … Continue lendo A morte de Lois e a hipocrisia dos justiceiros