A Semana dos Museus

photo by Walter Karwatzki

Provocativo, Carlos Eduardo Letti me escreveu de Lisboa, Portugal. Segundo ele, o recado era para fazer inveja: a noite do dia 14 de maio seria a noite dos museus no país, quando estariam todos abertos, com variada programação e entrada franca. No dia 18, Dia dos Museus, a dose se repetiria, oportunidade em que aproveitaria para conhecer o Museu da Água e fazer um passeio pelo Arqueduto Mãe d’Água. Respondi a ele que aqui, coincidentemente, temos a Semana dos Museus, do dia 16 ao dia 22 de maio, e o melhor, em Porto Alegre não precisamos esperar datas especiais, os espaços são abertos ao público e tem entrada franca o ano inteiro.

Atualmente, os museus de Porto Alegre oferecem uma programação com o que há de melhor na arte produzida local e mundialmente. A exposição Retrospective Guy Bourdin 2011, em cartaz no Museu de Arte Contemporânea do RS, na Casa de Cultura Mario Quintana, apresenta fotografias de moda, filmes e editoriais em movimento produzidos por Guy Bourdin (1928 – 1991) entre 1950 e o início dos anos 90. As obras apresentadas retratam com muita clareza o quanto Bourdin foi um artista no sentido mais amplo da palavra. Para o fotógrafo Walter Karwatzki, sua obra fotográfica sintetiza temas como desejo, morte e sexo. Luz e cor são exploradas com raro talento. Cada imagem questiona os limites da época e conta uma história que nos permite uma interpretação pessoal. Karwatzki aponta ainda para algumas surpresas: no decorrer da visitação nos distanciamos da fotografia de moda e pensamos – perplexos – que estamos diante de grandes obras de arte – e estamos! Outro aspecto que nos chama a atenção é a contemporaneidade das fotografias. Hoje, Bourdin é inspiração para grandes nomes da fotografia contemporânea e de publicidade. Saímos da exposição com a certeza de que ele realizou um trabalho inovador e audacioso.

A gaúcha Regina Silveira, residindo desde 1973 na capital paulista, é uma das artistas mais importantes da sua geração na América Latina. Mil e um dias e outros enigmas é a primeira mostra abrangente de seu trabalho, em Porto Alegre, e podemos prestigiá-la na Fundação Iberê Camargo, até o dia 29 de maio. Conhecedor e frequentador assíduo dos espaços de nossa cidade, Walter Karwatzki também fala com propriedade da exposição Do Atelier ao Cubo Branco, no MARGS, cuja proposta apresenta ao visitante uma diversificada e rica produção da arte contemporânea do RS. Para ele, esta diversidade artística (estilos e abordagens) torna a exposição dinâmica e instigante. Cada obra é dotada de uma enorme liberdade conceitual, o que as torna relevantes por si só. Cada obra é o atelier de cada artista. Visitar esta exposição é conhecer a importância do Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre no contexto da formação artística em nossa cidade. 

Do Atelier ao Cubo Branco, no MARGS – photo by Walter Karwatzki

Artigo publicado no Correio do Povo, de Porto Alegre, edição do dia 17 de maio de 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s