Arte-Educação

As artes plásticas, a música, a dança e o teatro, há muito tempo já são uma realidade bastante presente na grade curricular de muitas escolas brasileiras. Porém, não é sempre que se consegue atingir o objetivo desejado utilizando-se dos métodos lúdico-educativos para facilitar e melhorar o aprendizado das crianças. Isso se deve em parte pela falta de profissionais capacitados para atuarem nessas áreas. Quando isso acontece, o profissional da educação precisa ir em busca de aperfeiçoamento, tornando-se assim apto e capaz de transformar sua aula, despertando nos alunos o interesse antes inexistente, pois: “Somente um ensino criador, que integre a razão, a intuição, a sensação e a emoção – funções da psiquê segundo Jung (1972) – permite um desenvolvimento holístico do ser humano. A arte como construção de conhecimento, inter-relacionada com outras áreas do saber através de uma prática interdisciplinar, amplia nossa sensibilidade, percepção, reflexão e imaginação, permitindo que vejamos o mundo com outros olhos…”

Na atual conjuntura em que vivemos, onde crianças e jovens estão crescendo sem conhecer e compreender o mundo natural que as cerca, a Fundação Gaia, através de seus educadores ambientais, vem desenvolvendo um trabalho dinâmico e divertido, que contribui para a formação de cidadãos conscientes e comprometidos com as questões ecológicas. Escolas que visitam a sede rural da Fundação, o Rincão Gaia, proporcionam a seus alunos um contato direto com a natureza. No sítio de 30 hectares idealizado pelo ambientalista José Lutzenberger, percebemos o quão fascinante é descobrir o mundo existente além de nossas cidades.

É louvável a capacidade que os educadores têm de aproximar as crianças e os jovens da natureza e fortalecer o espírito de encantamento e respeito com o mundo natural do qual somos apenas parte. Descobri que integrar arte, cultura e ecologia representa uma forma criativa, lúdica e sensibilizadora para a promoção de uma consciência ambiental, que reverta em valores e atitudes de respeito e integração de nossa espécie às demais formas de vida que coabitam nosso planeta – único e mágico em sua riqueza e complexidade. Através da aliança arte-educação, podemos despertar um pensamento e uma postura ecológicos e intuitivos, aguçando a criatividade e as percepções sensoriais das crianças, jovens – e por que não, adultos.

(Texto também publicado no jornal Correio do Povo de 23/05/2006)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s